O Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil de Sergipe (Depec) possui novo diretor. Nomeado no último dia 13, por meio do Diário Oficial do Estado, o Major BM Luciano Santos Queiroz, assume o cargo antes ocupado pelo Coronel BM Alexande José Alves Silva, que estava à frente do Departamento desde julho de 2017.

Funcionário da Defesa Civil há 11 anos, onde ocupou os cargos de gerente técnico e secretário executivo, o Major Luciano Queiroz se mostra muito honrado pela credibilidade à função. “A oportunidade concedida pelo Governador do Estado, que é estar à frente de um importante órgão como o Depec, que atende às comunidades em relação a desastres, estágios de vulnerabilidade, reforça o nosso objetivo que é sempre melhorar o sistema de proteção de Defesa Civil, que vem a ser um conjunto de ações dos governos estadual, municipal e federal”, declara.

O novo diretor diz que o trabalho a ser desenvolvido por ele será uma continuidade das ações implantadas pelo seu antecessor. “No nosso Estado temos problemas relacionados tanto na falta quanto no excesso de água. Nosso propósito é continuar buscando recursos federais para as ações não apenas de respostas, mas também de restabelecimento de serviços essenciais, de ajuda humanitária e de reconstrução como tem sido feito até então, prevalecendo cumprir com as atribuições da Lei de nº 12.608”, reitera.

O Major Luciano Queiroz destaca que as ações preventivas serão essenciais em sua gestão. “Estaremos sempre gerenciando o risco antes de o estrago ocorrer, com prevenção, preparação dos coordenadores municipais de Defesa Civil, que são os nossos braços direitos nos municípios, bem como na gestão de possíveis desastres que venham ocorrer. Como dispomos de um grupo técnico com equipes altamente qualificadas e de bons profissionais, pretendemos estar prontos para dar a melhor atuação e uma pronta resposta a fim de trazer a normalidade dos eventos adversos que venham a ocorrer em nosso Estado”, ressalta.

Ciente das atribuições imputadas ao Depec, o novo gestor afirma que fará de tudo para cumpri-las rigorosamente. “O objetivo da Defesa Civil é reduzir desastres, minimizar os seus efeitos e dar a melhor resposta às pessoas mais vulneráveis que sejam acometidas por eles, sejam de ordem natural ou tecnológica. Assim, nosso trabalho será pautado nessas ações que vêm a ser continuidade do trabalho implantado pelo Coronel Alexandre e nos outros que o antecederam, a exemplo do Coronel Mendes e o Coronel Naílson. Dessa forma, farei jus à função que me foi atribuída e trabalharei com o maior empenho possível em prol da comunidade sergipana”, afirma.