O jacaré resgatado nesta manhã, na Zona Sul da capital sergipana, já está sob os cuidados dos técnicos da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), que fica localizado no Parque da Cidade, na zona Norte de Aracaju. O réptil passa por exames clínicos com a assistência de médicos veterinários do órgão ambiental do Governo do Estado.

Segundo o diretor-presidente da Adema, Gilvan Dias, o bicho passará por uma avaliação clínica e, caso seja necessário, por alguns exames laboratoriais a fim de ser entregue à natureza o mais breve possível. “O réptil será observado pelo médico veterinário, que buscará algum tipo de trauma, lesão ou sinal de doença, uma vez que, é importante chamar a atenção para localização do animal que estava em uma área considerada preocupante, devido ao alto grau de contaminação”, disse Gilvan Dias. 

O Jacaré-de-papo-amarelo, que mede cerca de 1,5 metros, foi localizado por moradores do bairro Coroa do Meio nas proximidades do Museu do Mangue. O resgate é fruto da colaboração do Pelotão de Polícia Ambiental e moradores da região e, para limpeza do local, a Adema contatou a  Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Aracaju (Sema) junto a Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), que tomou as devidas providências.  

Cetas 

O Centro Estadual de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) de Aracaju, atualmente localizado no Zoológico da cidade, zona norte da capital,  é um espaço criado para receber animais silvestres que chegam por meio de entrega voluntária, apreensão, vítimas de maus-tratos ou de qualquer situação que necessite de atenção especializada até o momento de soltura à sua área de origem. Inaugurado em novembro de 2020, o local apresenta uma equipe de especialistas das mais diversas áreas da gestão de fauna, além de equipamentos para o manejo do dia a dia  que buscam o zelo adequado para cada animal.

Para o resgate de animais silvestres ou obter mais informações, a população sergipana deve entrar em contato com os agentes da Adema  por meio do número: (79) 9-9191-5535.