A obra de implantação da pavimentação asfáltica da rodovia da SE-100, no trecho do povoado Santa Isabel, entre os municípios de Pirambu e Pacatuba, ganha impulso com a aplicação da primeira camada de asfalto pelo Governo do Estado, por intermédio do Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER/SE).

Após autorizações ambientais e arqueológica concedidas pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), serviços como terraplenagem, retirada de vegetação, drenagem e pavimentação estão sendo executados na extensão de 15 quilômetros. Ao todo, a rodovia SE-100, entre os dois municípios, possui 47 quilômetros de extensão e, após as intervenções, toda ela estará pavimentada. 

Conforme o DER/SE, a primeira etapa de pavimentação da rodovia teve início no povoado Aguilhadas, em Pirambu, na SE-100, e foi finalizada na SE-429, no povoado Atalho, em Pacatuba.

O diretor-técnico do órgão, Igor Albuquerque, ressaltou que, com as autorizações ambientais e arqueológica e também com o final do período chuvoso, os trabalhos de pavimentação da rodovia no respectivo trecho se tornarão mais céleres.

“Qualquer obra de implantação de pavimentação gera burocracia. Esta, em questão, para executarmos, precisávamos das autorizações. Agora, com elas em mãos, seguiremos cronograma para entregá-la totalmente pavimentada, o mais rápido possível. O nosso objetivo é que isso ocorra entre os meses de abril e maio de 2024. Será mais conforto e segurança para quem transita e para os moradores da região”, informou.

O diretor-presidente do DER/SE, Anderson das Neves, ressaltou a importância da obra após sua finalização. “Essa rodovia será uma das mais extensas da malha viária da região e facilitará o acesso aos municípios do território do baixo São Francisco, trazendo mais desenvolvimento para o turismo, bem como investimentos e oportunidades de negócios para os moradores e empreendedores locais”, destacou.