O que representa uma obra? O Governo de Sergipe entende que cada uma delas, seja de construção, ampliação, reforma ou reparo, deve ser realizada para promover o bem-estar da população. Dessa forma, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura (Sedurbi) passou a elaborar e a desenvolver planejamentos e cronogramas voltados à execução de serviços estruturantes com ainda mais qualidade e celeridade, principalmente aqueles que, diretamente, beneficiam famílias com menor poder aquisitivo, a exemplo do Novo Lar, programa coordenado pela Secretaria de Estado da Assistência Social e Cidadania (Seasc).

A secretária de Estado da Assistência Social e Cidadania, Érica Mitidieri, afirma que a pasta vem trabalhando para fortalecer as políticas públicas assistenciais e construir caminhos para o desenvolvimento de programas habitacionais. “Nossa gestão, nosso governo como um todo, vem alinhando e executando ações que garantam que o povo sergipano viva de forma segura e digna”, ressaltou a gestora.

A dona de casa Ângela Maria dos Santos, de 67 anos, reconhece e agradece o empenho da gestão, e ressalta que os serviços realizados resgatam a autoestima e contribuem com a melhoria das condições de vida de muitas famílias. A residência de dona Ângela e seus dois filhos está localizada em Santa Luzia do Itanhy, no sul sergipano. Nesse mesmo município, mais 14 unidades habitacionais estão incluídas no Novo Lar.

“O banheiro da minha casa não tinha nem chuveiro, a gente precisava encher o balde de água pra tomar banho, tudo era muito difícil e desconfortável. Hoje, vivemos uma nova realidade. Foi feita a calçada, o reboco do muro, reparos e pintura na fachada, troca de porta e duas janelas. O banheiro foi rebocado e pintado, assentado o piso e instalados o vaso, pia e chuveiro. Podemos até dizer que estamos no paraíso”, comemora a aposentada.

A falta de estrutura sanitária também incomodava Damiana de Jesus, 29, que é mãe de duas crianças de 11 e 3 anos. A casa da família não contava com banheiro, e a alternativa, até então, era o quintal ou a casa de uma irmã que ficava nas proximidades. “Na minha casa, através da Sedurbi, foi feito o reboco e pintura da fachada e de uma parede lateral, pintura de porta e janela e o banheiro completo, com piso, vaso, pia, caixa d’água, chuveiro, reboco e pintura”, relata Damiana.

Assim como as 15 unidades residenciais de Santa Luzia do Itanhy, a Sedurbi está trabalhando para, em breve, transformar mais 20 casas em Pedrinhas, também na região sul do estado, por intermédio do Novo Lar e da Seasc. “Serão 70 unidades no total, sendo 35 mais adiante, em um próximo lote, 20 em Graccho Cardoso e 15 em Telha”, explica o secretário Luiz Roberto Dantas.

Novo Lar

O programa Novo Lar engloba um conjunto de ações referentes à requalificação de unidades habitacionais em situações precárias no estado de Sergipe. A inclusão das famílias acontece pela Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social e Cidadania (Seasc) que, em contato com as secretarias municipais de assistência social, recolhe informações sobre seleção, cadastramento e aprovação documental dos beneficiários.

Já à Sedurbi compete a deflagração dos processos licitatórios, elaboração de projetos e planilhas orçamentárias, acompanhamento das obras e fiscalização dos serviços.