O Governo do Estado tem feito investimentos em obras com o intuito de Sergipe avançar e se desenvolver. Para isso, o governador Fábio Mitidieri reuniu-se nesta segunda-feira, 17, com o secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura, Igor Albuquerque, e com o diretor-presidente do Departamento Estadual da Infraestrura Rodoviária de Sergipe (DER/SE), Anderson das Neves, para tratar sobre programas do governo em andamento, como o Acelera Sergipe e Pró-Rodovias III.

“Com relação às obras, tanto do Acelera quanto do Pró-Rodovias, estamos trabalhando para que as ações comecem a entrar em execução o mais rápido possível. Algumas já começaram, a exemplo do Balneário de Carmópolis, da Rodovia SE-100, além das obras para as quais vão ser dadas as ordens de serviço, como a rodovia que liga ao povoado Linda França à cidade de Porto da Folha”, explicou. 

O programa Acelera Sergipe foi lançado no mês de março e, de acordo com o secretário Igor Albuquerque, tem a finalidade de ajudar municípios na entrega de obras que levem desenvolvimento local. “O governador, juntamente com a Sedurbi, está buscando formas de ajudar ainda mais esse município para acelerar, o quanto antes, essas obras do ‘Acelera’, para que a gente possa entregar cada vez mais obras para esses municípios”, afirmou. 

O secretário informou que, desde o lançamento do programa, o Governo do Estado já tem uma obra concluída, quatro em andamento, sete obras em elaboração de projetos e mais sete obras em licitação.

Já em relação ao programa Pró-Rodovias III, o diretor-presidente do DER reforçou o compromisso do governo em garantir mobilidade e qualidade de vida aos sergipanos. “Além disso, reestruturação de rodovias proporcionam melhorias aos sergipanos através de intervenções que geram desenvolvimento socioeconômico da região, melhorando totalmente qualidade de vida daquela população dos municípios contemplados”, destacou.

Acelera

O programa tem um orçamento de R$ 200 milhões e prevê a execução de 80 obras em 49 municípios, atingindo desde a construção e reforma de mercados e centros comerciais como também a reestruturação de rodovias e estradas vicinais. Além disso, o programa tem projetos voltados para o turismo e o desenvolvimento regional.