Uma nova era de desenvolvimento se desenha no horizonte de Aracaju com o anúncio da construção da tão esperada nova ponte que interligará os bairros Inácio Barbosa e Coroa do Meio. Mais um passo para esse sonho se tornar realidade foi dado na última terça-feira, 26, com a assinatura do edital que instaura o processo licitatório para contratação da empresa executora dos serviços. A iniciativa do Governo de Sergipe promete não apenas desafogar o trânsito na região, mas também impulsionar o turismo e o comércio local. A população já vislumbra um futuro promissor.

A obra prevê a construção de duas obras de artes especiais (OAEs), sendo um viaduto, com extensão aproximada de 180 metros, na interseção da Avenida Tancredo Neves com a Avenida Beira Mar, e a outra, uma ponte estaiada, com extensão de 360 metros, interligando a Avenida Tancredo Neves ao Bairro Coroa do Meio, na capital. Além das OAEs, também foi considerado no projeto uma extensão aproximada de 2,34 km de ciclovias ao longo das Avenidas Tancredo Neves, Projetada, Beira Mar e Delmiro Gouveia, como também a contratação dos serviços viários complementares de terraplenagem, pavimentação, drenagem e sinalização, possuindo o projeto uma extensão total aproximada de 4,80 km.

Moradora de um prédio localizado entre a Avenida Beira Mar e a Tancredo Neves, Dona Eneide Matos diz estar ansiosa para saber mais detalhes do projeto dessa importante obra para a região e garante que já avista o desenvolvimento. “Essa nova ponte aliviará o congestionamento por aqui. Nos horários de pico, próximo ao shopping, o engarrafamento é muito grande. Então uma nova ponte é necessária. Minha filha precisa atravessar diariamente para ir à academia na Coroa do Meio e pega esse trânsito pesado. Vai ser muito bom, pois com esse outro acesso vai melhorar o fluxo. O Governo do Estado acertou nesta ação. Fico feliz”, comenta.

A cabeleireira Eliene Mota, dona de um salão de beleza há 13 anos no Bairro Coroa do Meio, recebeu a notícia da construção da nova ponte com entusiasmo. “Gostei muito da ideia. Vai ser bom para todo mundo, principalmente para quem tem comércio por aqui. Muitas pessoas não sabem que existe esse trecho aqui com tantos comerciantes. Então, essa ponte trará mais visibilidade e com esse novo acesso vai facilitar a vinda de turistas para a região. A nossa expectativa é que teremos mais clientes. O Governo do Estado está de parabéns”, elogia.

Desenvolvimento

O comerciante Rony Alves Rolim, proprietário de um restaurante há 20 anos na Avenida Tancredo Neves, ficou sabendo da obra da nova ponte ainda em maio, quando o governador Fábio Mitidieri foi pessoalmente à sede da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) para entregar em mãos, ao presidente da Casa, o deputado Jeferson Andrade, o Projeto de Lei que viabilizará a construção. Apesar de estar curioso para saber mais detalhes do projeto, ele acredita que esta moderna infraestrutura de transporte terá um impacto significativo na vida dos cidadãos e visitantes da capital. “É uma boa ideia, pois tudo que é para o desenvolvimento da cidade, do estado é bom. E, com certeza, vai trazer muitas melhorias e progresso para a região”, completa.

No quesito turismo, o Bairro Atalaia concentra a principal zona hoteleira do Estado, além de sediar o principal atrativo turístico da cidade, que é a Orla da Atalaia. Para o corretor de imóveis Arley Dimitri Andrade, o acesso mais fácil a essa região irá atrair novos investimentos imobiliários e turísticos, impulsionando a economia local. “A construção trará também valorização dos imóveis. Posso avaliar que com essa nova ponte entre a Avenida Tancredo Neves e o Bairro Coroa do Meio, nos horários do ‘rush’, o fluxo vai melhorar e os engarrafamentos irão diminuir bastante, trazendo mais procura pela localidade”, analisa.

A construção da ponte Inácio Barbosa/Coroa do Meio está prevista no rol de ações estruturantes concebido no Programa Sergipano de Desenvolvimento Socioeconômico (Desenvolve Sergipe). Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura, Luiz Roberto Dantas, a ação do Governo de Sergipe é uma resposta ao rápido crescimento urbanístico e populacional constatado na região, nas últimas décadas. “A construção desta nova ponte será um marco para a nossa capital, um elo que vai promover desenvolvimento socioeconômico, gerar empregos, potencializar a mobilidade urbana e o turismo em Aracaju”, assegura.